Violência obstétrica em mulheres negras

Vocês estão vendo essa imagem? Essa imagem deveria representar uma história com felicidade no início no meio e durante todo o processo de família. Mas não é bem assim que acontece para as mulheres negras. A violência obstétrica sempre fez parte do ciclo gravidico-puerperal e as mulheres não percebiam, pois a cada violência sofrida era complementada com a frase “é para salvar seu bebê”. Com implementação das políticas públicas e os movimentos sociais isso tem melhorado mas não para a população negra. Pois ainda morremos por falta de cuidados, ainda somos o maior índice de violência obstétrica, poucas recebem analgesia no parto e a alegação é que somos “fortes”, não recebemos orientação na amamentação e em relação ao covid nas gestantes e puérperas o índice de mortalidade também tem haver com nossa cor de pele. Será que isso algum dia vai mudar? Será que algum dia essa foto vai fazer parte da realidade da população negra? Será que as mulheres de um modo geral irão parar de morrer e por negligência?
Torço muito por uma obstetrícia com qualidade no atendimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Dúvidas?